Blog

Transtorno do Pânico

Transtorno do pânico

Acomete pessoas com características de personalidade parecidas, no geral são pessoas produtivas e que costumam assumir grandes responsabilidades e afazeres, controladoras e perfeccionistas, muito exigentes consigo mesmas e que não costumam aceitar bem os erros ou imprevistos.Os ataques de pânico vêm de surpresa e normalmente são interpretados pela pessoa como um ataque cardíaco ou um “derrame”. ele vivencia uma sensação de morte iminente e fica confuso quando são submetidos aos exames clínicos e nada é encontrado. Difícil é convencê-lo de que se trata de um quadro emocional e que precisa de tratamento psiquiátrico e psicológico.

São estes alguns dos sintomas relatados normalmente pelo paciente:

1.    Palpitação 
2.    Sudorese 
3.    Tremores ou abalos 
4.    Sensações de falta de ar ou sufocamento 
5.    Sensação de asfixia 
6.    Dos ou desconforto torácico
7.    Náusea ou desconforto abdominal 
8.    Tontura e vertigem
9.    Sensação de não ser ele (a) mesmo (a)
10.  Medo de perder o controle ou de “enlouquecer”
11.  Medo de morrer 
12.  Formigamentos
13.  Calafrios ou ondas de calor 

O manejo clinico da urgência é ajudar o paciente a sair da crise e para isso podemos usar um Benzodiapinico e em geral isso é feito na emergência clinica onde o paciente primeiro procura ajuda.

O tratamento do Transtorno do Pânico é no primeiro momento tentar diminuir os sintomas físicos e a frequência dos ataques de pânico, utilizando medicação que sejam eficazes e com baixo indica de efeitos colaterais e que não provoque dependência.

Atualmente as drogas de escolha podem ser Inibidores de Recaptação de Serotonina com a Fluoxetina ou a Sertralina, ou Antidepressivos atípicos como o Escitopram, mas podemos optar também por um Triciclico como a Imipramina ou a Clomipramina. Durante os ataques de pânico podem ser usado um Benzodiazepinico por um curto período de tempo, para aliviar a crise. Também algumas técnicas de respiração e meditação podem ajudar a superar esse momento. Importante fortalecer o vinculo terapêutico com o paciente e iniciar uma psicoterapia no sentido de trabalhar mudanças de hábitos estabelecendo junto com o paciente uma nova forma de viver onde se prioriza a busca harmonia e equilíbrio pessoal.

Dra. Célia Mendes
Psiquiatra
Clínica Felizmed

Felizmed

A Clínica Felizmed, maior rede de clínicas da região, reúne diversas especialidades médicas, odontológicas e exames. Contando com profissionais de excelência e rapidez no agendamento.

Responsáveis Técnicos